24/12/14
Motivação
POR:

Simplicidade

nair_hababi-motivacao

Um dos meus maiores ganhos desde comecei a praticar Jiu Jitsu foi me tornar uma pessoa mais simples. Hoje evito os “excessos“, e tudo o que é excessivo não é necessário.

Quando entramos no tatame, por exemplo, estamos todos vestidos com nosso kimono. Ali todos são iguais, pois você não diferencia a pessoa pela roupa. Hipocrisia dizer que mesmo que inconscientemente não façamos isso. Isso é humano e acabamos por fazer vez ou outra.

Com o passar do tempo, fui me sentindo muito confortável em vestir o kimono… Ele é simples e confortável, e comecei a achar isso absolutamente suficiente. Ah, e ele combina perfeitamente com Havaianas. Pronto, perfeito!

Estava vestida e confortável, o que mais eu precisava? Naturalmente, minhas idas aos shoppings diminuíram. Eu já não sentia mais necessidade de estar tão na moda. Claro que eu ainda compro roupas, calma…!!!! Mas diminuí demais!!! Antes eu achava que deveria estar super arrumada para ir a determinado lugar, como se isso fosse ser um diferencial para que eu fosse bem atendida, por exemplo.

Hoje vejo que perdi muito tempo me preocupando com bobagens…pequenezas…

Uma certa vez, saí do treino de Jiu Jitsu e fui direto ao shopping usando a calça do kimono e a rasguard (que é uma blusa de lycra usada embaixo do paletó do kimono), e o chinelo de dedo. Como eu ia fazer o segundo furo na orelha, eu precisava de um brinquinho de ouro. Entrei numa joalheria conhecida, e as vendedoras ficaram paralisadas. Na hora não entendi porque ninguém veio falar comigo, eu tive que ir até elas para pedir ajuda. Até que uma veio mas não parecia muito interessada. Na hora pensei, será que é por causa da minha roupa?? Fiquei meio brava, mas resolvi ver até onde ia aquilo. Resultado é que devo ter surpreendido a coitada da vendedora…rs Ela certamente não esperava que eu fosse comprar alguma coisa!

Por mim, eu andaria de kimono por aí…a sensação de conforto é magnífica! Tudo fica tãão mais simples!

Mas calma, isso não significa que perdemos a feminilidade. Não é isso!! Continuo vestindo roupas lindas e incríveis, mas com uma diferença: sem obsessão por compras e sem obsessão em estar impecável.

Além de tudo isso, comecei a prestar mais atenção nas pessoas. Comecei a me integrar mais com o mundo ao meu redor. Quando chego na lanchonete da minha academia, por exemplo, já dou logo um sonoro “bom dia”. Aprecio o trabalho daquela pessoa que está me atendendo.

Procurar entender que nem todo mundo está tendo um bom dia também é importante, e devemos respeitar isso. As pessoas vivem no mesmo momento mas em situações diferentes. Se não fui bem atendida tudo bem, agradeço mesmo assim e com o mesmo entusiasmo. Parei de julgar.

Tudo fica mais simples assim…você não cria expectativas e não se frustra.

Percebo que tudo depende da perspectiva que enxergamos as coisas e pessoas. Uma mente positiva também nos auxilia a derrubar barreiras.

Isso é um exercício diário, não vem tão fácil assim. Mas depende da gente praticar a “simplicidade“, e de nos tornarmos pessoas mais humildes.

Minha vida se transformou após essa descoberta. Hoje vejo a mundo com mais vida. Vejo as pessoas de uma outra maneira.

Eu nem sei o que eu esperava quando me matriculei no Jiu Jitsu. Que eu comecei a emagrecer era fato, mas os benefícios de dentro para fora eu não esperava mesmo… Ganhei muito mais que um corpo torneado. Ganhei equilíbrio emocional. E isso não se encontra assim tão fácil…

Tente encontrar simplicidade nas coisas…mas para isso busque se fortalecer por dentro a ponto que nada mais te abale.

E para cada vez que subir 1 degrau no sucesso, suba 2 na humildade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

0

Comente esse assunto no facebook

Deixe seu comentário aqui no blog!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados com essa matéria